Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Espero o tempo quando o povo disser: Nós o fizemos.

Leitor, olha o que acabo de receber:

Prezado cidadão anônimo, conforme descreve é o reflexo de como todos sentimos na pele o descaso. Não seria interessante você se candidatar para poder nos ajudar a solucionar esses problemas?

Acredito que todo governo quando eleito fica repleto de boas intenções em prol da população, mas infelizmente não conseguem satisfazer a todos.

Você está conseguindo enxergar esses agravantes e talvez venha ser a solução para a população desta cidade. Por favor, deixe de ser anônimo e seja transparente. A população está precisando de você e de todos que pensa como você. Não nas crônicas; mas sim na realidade, na prática.

Um forte abraço... do seu futuro eleitor: V.C. & Cia.

Meus caros leitores (VC&Cia), fico lisonjeado pelos seus comentários porém gostaria de estender-me neste assunto.

O Cidadão Anônimo vai se revelar a seu tempo... Trata-se de uma estratégia que eu imaginei e espero que dê certo. Tem haver com meus problemas pessoais com a secretaria de saúde, porém tem tomado um rumo maior. Tenho percebido que minhas crônicas têm influenciado pessoas no sentido reformular seus conceitos e convicções.

Quanto à candidatura... nunca pensei no assunto...

O que realmente entendo (tenho estudado bastante sobre princípios da Administração - minha área de especialização) é que Liderar, no sentido mais amplo, reside no fato de indicar o caminho, ser o exemplo e, sobretudo, ajudar as pessoas a alcançar os objetivos.

Então, pense numa pessoa muito especial e importante para você. Provavelmente encontrará qualidades como: honestidade, confiança, humildade, perdão, generosidade, zelo, comprometimento, atenção, respeito, motivação, entusiasmo, positividade, paciência e bondade.

Com certeza, são estes os atributos que você gostaria de enxergar no verdadeiro líder.

Um líder está sempre mais preocupado com as necessidades do que com as vontades. Certamente, um gestor estudioso fará uma analogia com os propósitos da Pirâmide das Necessidades de MASLOW, ou com a Teoria Motivacional dos Dois Fatores de HERZBERG somados à Teoria X e Y de Mc. GREGOR e muitas outras teorias da Administração Moderna.

Lembrei-me também de outra frase de um grande Líder: "Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar, deve servir."(Jesus Cristo).

Tempos atrás escrevi uma crônica onde mencionava a frase de John F. Kennedy: Não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu país.

Para finalizar, para configurar um grande líder lembrei-me de uma frase do filósofo e alquimista chinês, Lao-Tzu (1324 a.C.- 1408 a.C.): Todo o trabalho do líder estará realizado quando o povo disser: Nós o fizemos.

Caríssimos VC&Cia, em síntese, somos todos anônimos.

Estou dando meus primeiros passos vasculhando minhas entranhas e o âmago da minha alma para encontrar as convicções mais consistentes e dignas de um verdadeiro servo engajado nos princípios da ética, do moral, da decência e do bem comum.

Creio nestes princípios e minha missão passou a ser “dar um basta na minha omissão”. Quem sabe eu possa arrebanhar muitos outros cidadãos anônimos para transformar nossa amada cidade.


Ass. Cidadão Anônimo.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

CESAP e a "burrocracia"

Voltando ao CESAP, a sua Administração está um caos, todo mundo perdido, tanto é que a Sra. Secretaria da Saúde solicitou que uma funcionária do Paço Municipal (ex-funcionária da Saúde) fosse ajudar nessa tarefa de “arrumar” o CESAP.

Os fatos relatados abaixo também foram presenciados por um Conselheiro da Saúde que estava também desde antes das 7h00 e foi atendido depois das 9h00, pudemos observar e comentar alguns dos problemas existentes.

Mas já que um Vereador da situação acha que devido a cassação do Cartão Cidadão é que a Saúde está um caos, ele está redondamente enganado.

Vamos aos fatos:
- o fluxo de pessoas aumenta com as chegadas dos ônibus das zonas de expansão urbana;

- as pessoas são despachadas rapidinhos com a distribuição de fichas e senhas, algumas vezes temos até 3 funcionárias para aliviar a fila de entrada, ufa... conseguiram desafogar a fila da entrada;

- cada cliente vai a um local, por exemplo aguarda ser chamado para exame de sangue, marcação de consultas, farmácia, especialidades medicas (antes tem que passar por outra recepção que é administrada pela Santa Casa) e por ai vai.

Mas não vamos detalhar tudo porque esse fluxo é bastante complexo e de nada nos vai interessar, a não ser para ficarmos pasmos com a quantidade de dados repetidos e passados de uma ficha para outra, lógico que tudo manual. (vamos esperar a ISO 9000 para regularizar o fluxo) ou a contratação de uma consultoria, não estou aqui dando “pitacos” no fluxo, porque não sou contratado pela Prefeitura para examinar seus procedimentos de trabalho e suas necessidades, sou apenas um usuário de um sistema que é falho.

Ou seja não sou tão leigo como o Sr. Vereador o é, que é o porta voz “oficial”, fala sem conhecimento de causa ou repete um script que lhe é dado.

Nesse bate papo com o Sr. Conselheiro da Saúde pudemos observar:
- que os extintores de incêndio do CESAP estão sem as etiquetas de validade;

- que existe um pedaço de plástico no teto do CESAP que apelidei de bandeira do Prédio, pois o mesmo encontra-se no local mais alto do prédio e infelizmente está todo rasgado, ou seja a sua finalidade de segurar a chuva que devia passar por aquele vão já cumpriu a sua tarefa mas de fato é bastante estranho um grande pedaço de plástico azul flutuando no teto do prédio e uma parte encontra-se ainda amarrada no “mastro” horizontal para tapar uma possível entrada de água;

- apesar do volume de pessoas que lá trabalham ou vão em busca para cuidar de sua saúde não existe brigada de incêndio bem como sinalização de rotas de saída nas emergências (será que os funcionários) sabem informar da rota de evacuação do prédio?;

- alem desses pontos pudemos também verificar a demora no atendimento pessoal de cada pessoa que chega ao balcão principal em torno de 10/15 minutos em media, para marcar uma consulta ou pegar o exame que retorna da regularização;

- Enquanto isso o tempo passa e nada de sermos chamados para o exame de sangue;

- Logo após por volta das 8h20 somos chamados umas 10/15 senhas todos de uma só vez. Lotou toda recepção de coleta de sangue; e tivemos que ficar fora por não haver espaço físico interno;

- Ali estava instalado o caos, existem 3 funcionárias de atendimento e 3 enfermeiras para coletar o sangue. E daí estou reclamando do que? Não existe funcionários suficientes, sim acredito que até demais;

- a Epopeia não termina ai, a funcionária novamente pega a guia e coloca tudo no “seu sistema” (“sistema” é tudo aquilo que está informatizado e quando algo dá errado falamos foi problema do “sistema” então o “sistema” virá um personagem);

- O “seu sistema” é sempre burro ou inteligente porque depende de quem efetua a programação. Mas muitas bobagens são executadas no desenvolvimento de um “sistema”;

- Então o “sistema” de coleta de sangue é burro e os dados são lançados manualmente e a operadora do sistema estava encontrando dificuldades na sua operação; tanto é que toda a equipe de coleta 3 pessoas ficam esperando entrar um cliente, além de mais 2 pessoas, olhando a digitação de dados;

- Então a espera se torna longa para cada pessoa, devido ao “sistema”, quando chegou minha vez para ser atendido já se passava um tempão, e ai o que acontece um Sr. é solicitado a passar na minha frente de todos pois iria entregar somente um recipiente com exame;

- Chiei porque a operadora do “sistema” iria digitar novamente todos os dados desse distinto Sr. que havia furado a fila, e as enfermeiras que estariam coletando o sangue estavam sem ninguém nas salas de coleta no caso duas salas. (esse episodio iria atrasar mais ainda as coletas de sangue e todas as seguintes das pessoas que estavam esperando; ( que como todas as outras pessoas estavam desde as 19h00 do dia anterior sem comer nada, ou seja por volta de 15 horas em jejum;

- Muito bem para ser bem didático e explicar ao Sr. Vereador, mostrei Xerox do cartão cidadão a operadora do “sistema” e ela disse que ainda precisava de outros dados, falei procure tudo no Cadastro do Cartão Cidadão que tem de tudo, ela me disse vai demorar ainda mais, por favor me forneça outro documento, passei o RG. E ai ela continuou a colocar os dados no “seu sistema”, que é burro e não traz os dados do cliente que foi cadastrado através do Cartão Cidadão tão defendido pelo Nobre Vereador e porta voz do Sr. Prefeito.

O sistema não tem os exames que foram antecipadamente agendados.

- E para ir terminando a funcionária reteve o RG para entregar depois, não admito tal procedimento porque a pratica de deter algum documento oficial não é permitida a não ser em casos especiais;

- Ai dei a copia do cartão cidadão porque virou uma “porcaria ou mico” como acharem melhor na Saúde ou Educação, devido sua cassação e também porque de nada adiantou ou ajudou para melhorar o desempenho dessa funcionária; que ficava em muitas vezes com 5 pessoas olhando o seu trabalho;

Aconteceram mais coisas mais vamos ficar por aqui.

Mas o Nobre Vereador que quer aparecer e colocar em ata da Câmara Municipal, como se a cassação do Cartão Cidadão estivesse prejudicando a população a verdade é bem outra dentre elas:

- O sistema é totalmente burro e ineficiente;

- O numero de coletas de sangue foi reduzido a um terço do anterior e parece que foi agora aumentado novamente, para metade do anterior, devido a fila de espera dos portadores de cartão cidadão, digo pessoas que esperam;

- Todas as coletas são marcadas para a mesma hora; e gera uma interminável crise no fluxo de atendimento.

Logo a demora no atendimento não é por causa da Cassação do Cartão Cidadão e sim por ineficiência operacional dos vários sistemas e fluxo de trabalho existente no CESAP.

Em tempo a Ouvidoria da Saúde ainda não foi lançada oficialmente mas está a disposição de todos para ouvir e tomar as providencias necessárias (funciona na Secretaria da Saúde). Existem formulários a disposição também no CESAP para não conformidades.

Podemos perceber claramente que a Administração da Saúde está trabalhando em ambiente de crise, dentre elas a saída de inúmeros profissionais e outros que não aceitam trabalhar após conhecer os procedimentos internos (essas pessoas não são para cargos comissionados são profissionais que passaram em concurso publico e negam-se a assumir o cargo ou pedem demissões).

O Sr. Prefeito como sugestão poderia criar um grupo para resolver as crises pontuais em toda sua Administração, onde falta planejamento e cooperação entre as mais diversas Secretarias, é um salve quem puder, cada um para o seu lado, olhando somente seu umbigo.

Ass: Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Pensou "ki nem eu": onde há fumaça há fogo

Em março de 2010, o Comitê Multidisciplinar Independente (CMind), um grupo de 10 pessoas com experiência no acompanhamento e fiscalização no sistema eleitoral brasileiro, apresentou um relatório denunciando a total falta de controle da sociedade brasileira sobre o resultado da apuração eletrônica de votos desde 1996.

Veja o relatório completo em

http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/RelatorioCMind.pdf

Não sei da veracidade deste vídeo mas onde há fumaça há fogo!

Recadastramento de urna - código 91113

http://www.youtube.com/watch?v=EVsILh8KOUc&feature=related





Olá amigos

As eleições estão ai e ninguém pode fica de fora

Por isso, ao invés de você perder o seu tempo votando

Eu vou ensinar-lhe a como escolher um vencedor.

É bem simples:

Quando a tela de vereadores aparecer basta você digitar o código 91113.

Você estará no sistema de recadastramento de urna.

Você deve confirmar.

Ai então, basta você escolher para qual candidato todos os votos da urna serão redirecionados.

Você não precisa ficar em dúvida se perderá ou não o seu voto.

Afinal, o nosso sistema de votação é o mais seguro de todos.

O jornalista Pedro Dória comenta que no Brasil, sempre houve fraude eleitoral. O que as urnas eletrônicas produziram não foi o fim das fraudes. Foi o fim da investigação das fraudes.

Não há possibilidade de rastrear se há fraude, por isso que é seguro!!!???.

Leonel Brizola dizia que, sem o papelzinho, a eleição não pode ser recontada.

Não há possibilidade de se conferir uma eleição no computador, se não houver a contraprova física do voto que o eleitor deu.


Veja: http://www.youtube.com/watch?v=_hC6bqtZlbE&feature=related




Veja alguns exemplos de cidades onde há suspeita de fraudes:

Fraude em Guarulhos


http://www.youtube.com/watch?v=B8eyNHQLROw&feature=related



Fraude no maranhão


http://www.youtube.com/watch?v=IaAdZY1owSM&feature=related




Fraude em Rondônia


http://www.youtube.com/watch?





Quer saber mais?

Uma urna eletrônica pode ser modificada ou alterada e, infelizmente, ela é mal projetada, não tem se quer comprovantes e nem separa voto por canditados.

A urna apenas traz o valor total que pode ser facilmente alterado através de infinitas combinações simples.




http://www.brunazo.eng.br/voto-e/livros/FeD.htm 









Você deve estar pensando: será que isto ocorre na minha cidade?

Se pensou, pensou “ki nem eu”.

Ass: Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

terça-feira, 25 de maio de 2010

Confabulação entre Carros Japoneses e Poder Executivo?

Confabular seria conversar sobre determinados assuntos com o pressuposto de suprir alguns lapsos de memória.

Na década de 1960 imperava a produção americana, mas aos poucos esta situação começou a mudar. Com certeza as Três Grandes de Detroit não viam o Japão como uma ameaça à sua sobrevivência em 1962, quando a participação japonesa no mercado americano era de 4%.

Tampouco em 1967, quando era inferior a 10%. Nem em 1974, quando beirava os 15%. Quando os Três Grandes começaram a ter uma visão crítica da sua situação, já era o início da década de 80 e a participação japonesa no mercado chegava a 21,3%. Em 1989, os japoneses detinham 30% do mercado de automóveis.

Para adentrar no tema, nesta confabulação, hoje temos, como representantes do povo, 9 vereadores. Somando-se todos os votos de todos os vereadores que assumem a câmara atingi-se cerca de 4200 votos de eleitores (considerando também que alguns dos mais votados, estão instalados em gabinetes de secretarias).

De acordo com a última eleição, havia 19.253 eleitores. Então, para quem gosta de estatística como eu, apenas 21,8% (teoricamente) da população tem sido representada por vereadores na atual câmara do legislativo.

Como pode a minoria legislar? É um contra-senso!!!

Por que a presidência da câmara de vereadores não pode ser atribuída ao vereador melhor votado? Outro contra-senso. Não dá para entender?

Então pergunto: e o restante dos eleitores (78,2%)? Quem pode representá-los no poder legislativo?

Veja os dados:
• Número de Eleitores: 19.253
• 100 candidatos
• Votos brancos: 437 (2,26%)
• Votos nulos: 893 (4,63%)
• Abstenções: 2.135 (11,09%)

Os 20 candidatos mais bem votados:

CANDIDATOS   VOTOS
Candidato 01      731
Candidato 02      699
Candidato 03      605
Candidato 04      577
Candidato 05      433
Candidato 06      395
Candidato 07      358
Candidato 08      328
Candidato 09      374
Candidato 10      372
Candidato 11      345
Candidato 12      307
Candidato 13      303
Candidato 14      296
Candidato 15      282
Candidato 16      266
Candidato 17      254
Candidato 18      238
Candidato 19      226
Candidato 20      222

A estratégia de um “poder executivo perene” é bem conhecida. Permite-se o máximo possível de candidatos à Câmara de Vereadores (na última eleição foram 100 candidatos).

Se os votos fossem igualitariamente distribuídos entre todos os candidatos, bastaria obter cerca de 250 votos para se eleger.

Não quero nem entrar no mérito da candidatura do meu antigo Mestre (guardo grande consideração e quero respeitar suas convicções).

É a forma mais simplória de dividir, ou melhor “duvidar” votos e por fim, manter o domínio deste colégio eleitoral.

Para o poder executivo, fica mais fácil de exercer o seu domínio sobre o poder legislativo. É mais fácil dominar 21,8% ou 79,2%?

Pergunto novamente: quem pode representar os outros 15 mil eleitores?

Nós, cidadãos anônimos, nós (15 mil eleitores) escolhemos nos fazer representar neste blog (que tem sido a Ágora da Indignação) apresentando nossas convicções. E as estatísticas apontam uma crescente indignação contra o poderio desta cidade.

Dizem que “em terra de cego quem tem um olho é Rei.”

Mas também “o pior cego é aquele que não quer ver.”

Ass: Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Lapsos de memória do poder público

Por que se compram pessoas na vida pública?

Por que se vendem pessoas?

Por que se deixam comprar ou vender pessoas?

Por que se distanciaram das suas convicções primeiras?

Por que Legislar ou Governar para a minoria, em função de uma minoria ou em benefício desta minoria?

Tenho certeza que isto não estava nos seus planos.

Nem sempre foi assim, não é mesmo?

Lembra-se de como era no início da sua vida pública?

Faça uma viagem interior, introspectiva, e vasculhe nos meandros do inconsciente e nos lapsos de sua memória. Tenho certeza que lá encontrará um político melhor, um político mais digno e mais feliz.

Encontrará uma pessoa com mais amigos e, sobretudo orgulhoso de si mesmo.

Sim, considere esses lapsos de memória apenas provisórios. Lá, no âmago da sua alma, estão suas convicções mais consistentes e dignas de um verdadeiro homem público engajado nos princípios da ética, do moral, da decência e do bem comum.

Pense naqueles desafios e comprometimentos dignos da sua vida pública. Fazia parte de sua estratégia e foram realmente esses princípios da sua adolescência política que o ajudaram a chegar onde está e ocupar o cargo que ocupa?

O que você fez ontem fez a diferença para se chegar nos dias hoje.

Saiba que o distanciamento de seus comprometimentos lhe afastará do seu povo. O tempo lhe dirá. O que faz hoje vai fazer a diferença amanhã.

Destaco algumas frases de importantes homens públicos de nossa cidade.

O leitor poderá ou não reconhecê-los em suas falas, em um passado não muito distante.

Frase 1- “Viver acorrentado é viver na vergonha.”

Frase 2- “... mais uma vez, vocês traíram suas origens, vocês traíram quem confiou em vocês.”

Frase 3- “Se for para defender o direito do povo e tiver que pagar com a vida, estarei de pé.”

Frase 4- “Eu lamento que alguns vereadores tenham se complicado nesse processo em defesa do poder executivo.”

Frase 5- “... neste mandato a gente está parado, até agora não conseguimos fazer nada.”

Frase 6- “... ao assumir o mandato pensava eu que os vereadores dessa casa trabalhava pelo povo, quando assumi o mandato percebi que alguns vereadores pensam exclusivamente em si próprio...”

Frase 7- “É chegada a hora de estancar esta orgia financeira que vem ocorrendo há muito tempo com o dinheiro público em nossa cidade.”

Frase 8- “Neste mandato o vereador Gonda usou essa tribuna 2 vezes e há uma coincidência, as 2 vezes foram para defender o funcionário Juquinha, seu irmão.”

Frase 9 - “Eu não venho falar aqui porque não tenho muito a falar...”

Frase 10 - “...só que eu gostaria que esta fiscalização não fosse uma fiscalização séria, nem pessoal, e só simplesmente uma fiscalização como deve ser, nada pessoal, porque quem acaba perdendo é o próprio executivo...”

Resposta:













Se você pudesse voltar no tempo e encontrar aquele jovem político ingressante na vida pública, tenho certeza que sentiria orgulho do seu passado.

Agora, se aquele jovem político pudesse atravessar a barreira do tempo e ele pudesse olhar bem no fundo dos seus olhos nos dias de hoje...

Será que sentiria semelhante orgulho?

Mais provável que ele sentiria VERGONHA.

Ass. Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Reforço externo para os veiculos da Saúde

Cada dia uma nova, agora por motivos dos mais variados estão privilegiando uns, e os outros como ficam?

Todos sabemos que o Sr. Prefeito acabou com os vendedores ambulantes (mas nem todos(as)) esses vendedores tinham licença para funcionar e eram fiscalizados inclusive pela Vigilância Sanitária. Os que continuam acredito que não tem licença, mas esse tipo de tratamento como sempre foi é só para os amigos, que podem continuar a comercializar seus produtos.

Muito bem os ambulantes tinham sua barraquinha, trailer e outras instalações para vender lanches, pipoca, etc, e foram convidados pelo Sr. Prefeito a prestarem serviços de taxi, ou serem motoristas das peruas escolares. Vide crônica http://horahjornalverdade.blogspot.com/2009/07/prefeitura-quer-barrar-acao-dos.html de 21/07/2009.

Houve um aumento muito grande de oferta de taxi, e todos saíram perdendo, porque a renda mensal diminuiu e as despesas de manutenção dos carros mais antigos aumenta, trazendo com isso mais apreensão para os profissionais que estão vendo sua renda minguar.

Mas como estamos em Guararema veio o jeitinho, como assim?

Os pacientes que precisam de hemodiálise, basicamente são de 2 locais: os do Centro e de bairros próximos a Dutra. Esse tipo de paciente precisa e merece todos os cuidados em sua Saúde, e a Perua da Secretaria da Saúde efetuava uma única viagem com esses dois grupos. E em função da distancia existia um certo desgaste físico por parte dos pacientes, em virtude do tempo de tratamento e também do deslocamento.

Qual a solução encontrada, dividir esses pacientes e todos possam sair mais tarde e voltar mais cedo para suas casas, muito bem pensado, parabéns pelos cuidados e atenção aos pacientes.

Mas e a forma de executar esse atendimento ai que entra o “jeitinho”, contrataram um taxi que “dia sim dia não” transporta os pacientes do centro, muito bom e os outros taxistas que ficam o dia inteiro muitas vezes “batendo lata”?

Porque não cada dia um taxista ? Será que somente um taxista é habilitado ou é pura proteção e uma ajuda financeira disfarçada?

Ou será que são os pacientes que estão pagando esse transporte com seus recursos? E dessa forma escolheram o seu motorista preferido.

Lembramos que a Secretaria da Saúde tem carro reserva, e toda a frota de Guararema também o tem. 

Houve concurso para motoristas e por ai vai, porque não chamar mais um motorista que passou no concurso para executar essa tarefa e outras que são tão necessárias para todos os pacientes ou clientes da Saúde?

Sempre as medidas são tomadas sem Planejamento e no afogadilho, e se possível beneficiando alguém, e não a coletividade.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

terça-feira, 18 de maio de 2010

"Amém e Amem" os projetos do Executivo"

AMEM: palavra paroxítona, portanto não admite acento agudo.
AMÉM: palavra oxítona terminada em em, portanto admite acento agudo.

A primeira pergunta pra quem quer fazer o Cartão Cidadão é saber realmente o que ele é e pra que ele serve.

O Cartão Cidadão é um cartão magnético que a Caixa Econômica Federal Emite. Serve para você efetuar saques de seus benefícios, seja o saque o FGTS, saque do Abono Salarial referente ao PIS PASEP além de outros benefícios trabalhistas ao qual você tem direito.

Pois bem...A prefeitura de Guararema criou o seu próprio Cartão Cidadão.

O poder executivo recorre a um subterfúgio para explicar a má gestão, principalmente da Secretaria da Saúde e assim justificou:


Veja o quadro acima disponível no endereço: www.guararema.sp.gov.br/.../beneficios_adm.html


A alta qualidade dos serviços prestados em nossa cidade tem atraído moradores de outros municípios em busca de atendimento em Guararema, com destaque especial para a área da Saúde. Essa procura, além de gerar aumento de custos para o município e falta de medicamentos, provoca atrasos no atendimento médico e no agendamento de exames.

O Cartão Cidadão está sendo criado para identificar e priorizar cada cidadão de Guararema, trazendo muitos benefícios e agilizando o tratamento em todas as áreas e setores em que o cidadão utiliza os serviços da Prefeitura, como Saúde, Educação, etc.
Nota: os grifos são nossos e você tire as suas conclusões!

O Ministério Público, em ação civil pública, impediu que a Prefeitura exigisse o "Cartão Cidadão" como condição ao acesso a qualquer dos direitos básicos e de dignidade da pessoa humana, assegurados na lei maior da Constituição Federal.

Após a decisão da Justiça de proibir o cartão cidadão, a Prefeitura tinha duas possibilidades:
  • Recorrer à sentença ou
  • Encontrar outra fórmula mágica
Pois bem, recorreu da sentença e a decisão foi que para a Saúde e Educação não pode solicitar o Cartão Cidadão.

A Câmara Municipal aprovou a Lei do Cartão Cidadão ouvindo os clamores do executivo. Lembra que 4 ou 5 Vereadores entram mudo e saem calados como sempre (nunca ocupam a tribuna) compactuam com decisão dizendo “Amém” aos projetos do Sr. Prefeito.

Pois é... Engula o Cartão Cidadão, que agora vale para o que? A Saúde continua na mesma ou quem sabe piorou, esperas de mais de 30 dias para marcar um simples exame de sangue, continua a falta crônica de remédios, quem dirá para marcar consultas para as especialidades...

Este é o email da Câmara de Vereadores de Guararema: camara@cmguararema.sp.gov.br  os Vereadores não divulgam seus e-mail.

É só clicar para parabenizá-los ou se indignar.

Gostem ou não, munícipes Guararemenses, “Amem” o Cartão Cidadão.


Ass. Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

segunda-feira, 17 de maio de 2010

AUDIÊNCIA PÚBLICA - DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DE 2011

Prezados (as), na próxima sexta-feira (21/05/2010), teremos a Audiência Pública que estabelece as Diretrizes Orçamentárias para 2011.

Como estamos na Perola do Vale com certeza teremos muitas “perolas” para admirar, esperamos que o Sr. Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento possa comparecer, e não surja algum imprevisto de ultima hora, pois nas ultimas audiências Públicas que o Sr. Vereador Ivandir Pereira da Silva que as convocou não compareceu, para dar as explicações, das “perolas”.

Vamos adiantar algumas que podem acontecer:
1) Construção, Implantação reforma e ampliação de Centro de Eventos - alterado de R$4.000.000,00 para R$8.300.000,00 (em área embargada e com processo de Crime Ambiental ainda em julgamento);
2) Obras de abertura e melhoria de vias - alterado de R$15.000.000,00 para R$11.000.000,00 (logo agora que toda Guararema é zona Urbana ou Zona de Expansão Urbana);
3) Construção, reforma e ampliação de passarelas, pontes e viadutos - alterado de R$150.000,00 para R$1.700.000,00;
4) Construção, reforma e ampliação de unidades de Saúde – alterado de R$500.000,00 para R$1.200.000,00 (onde serão todas essas unidades?);
5) Construção, reurbanização e implantação de logradouros – alterado de R$300.000,00 para R$450.000,00 (será que será nas áreas de expansão Urbana?);
6) Manutenção da Secretaria de Administração e Finanças – alterado de R$5.300.000,00 para R$6.500.000,00 (vamos ter novo concurso para gerir a maquina Administrativa ou será aumento salarial ou novos cargos?);
7) Manutenção do Programa Cidade Natal – alterado de R$0,00 para R$200.000,00 (que beleza...);
8) Manutenção de festividades – alterado de R$0,00 para R$500.000,00 (quando se tem dinheiro vamos gastar...);
9) E outros assuntos relevantes.

Ainda assim o Poder Legislativo ainda deve conceder como de praxe 50% do Orçamento para o Executivo poder mexer a vontade? ou no próximo ano todos os Srs. Vereadores e a Comissão de Finanças e Orçamento, irão controlar tudo na ponta do lápis?

“A prefeitura informou que irá reforçar a transparência aos atos dos agentes públicos para estimular a participação da sociedade.”, ainda anunciou “Cidade terá Portal da Transparência” , o prazo para a adaptação é até maio de 2013, “segundo a Assessoria de Imprensa da administração, a ferramenta estará disponível antes disso.” http://www.diariodoaltotiete.com.br/matpesquisa.aspx?idmat=31563&pchave=guararema  de 01/05/10.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

 http://www.cmguararema.sp.gov.br/audiencia_publica/ap21052010.pdf
COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

A CÂMARA MUNICIPAL DE GUARAREMA, ATRAVÉS DA COMISSÃO PERMANENTE DE FINANÇAS E ORÇAMENTO, EM ATENDIMENTO À LEI COMPLEMENTAR Nº. 101/00, CONVIDA A SOCIEDADE CIVIL E AUTORIDADES MUNICIPAIS A PARTICIPAREM DA AUDIÊNCIA PÚBLICA, A REALIZAR-SE NO PRÓXIMO DIA 21 DE MAIO, SEXTA-FEIRA, DAS 9:00 ÀS 11:00 HORAS, NA SEDE DESTE PODER LEGISLATIVO, SITO À RUA PAULINO PINTO DE OLIVEIRA, 14 – CENTRO, DESTINADA À DISCUSSÃO DO PROJETO DE LEI QUE ESTABELECE AS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DE 2011 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

CÂMARA MUNICIPAL DE GUARAREMA, 14 DE MAIO DE 2010.

COMISSÃO DE FINANÇAS E ORÇAMENTO:

Vereador Ivandir Pereira da Silva
Presidente 

Vereador Etanis Benites Moreno
Vice-Presidente

Vereador José Francisco da Fonseca
Membro

domingo, 16 de maio de 2010

Leitores anônimos põem a “boca no trombone”!!!

A expressão popular boca no trombone significa denunciar ou gritar. No âmago filosófico, é o direito de exercer a liberdade de expressão e a necessidade básica de comunicação!

Comentários sobre Gato por Lebre

Um leitor anônimo (“Joe Éfe” ) lembrou-me bem: “Resta saber também para que serve esse tal de CAT???

Ah! Saudoso Barzinho do “Zé do Quiosque”: um lugar aprazível e maravilhoso, uma dádiva, onde muitos cidadãos, além de turistas de outras pradarias, por lá estacionavam para um merecido “des-estress” e gostoso bate-papo. Por lá também era possível se informar sobre as belezas e os lugares pitorescos desta cidade.”

Outro leitor anônimo (“Ene Te”) e indignado complementa: “fora a evidência do superfaturamento, acrescente a obra do inútil portal (que deveria ter funcionário e câmeras operando) e o trabalho do atual encarregado do CAT que deve prestar informações da mais alta relevância aos turistas: Siga sempre reto e terá à esquerda o Pau d'Alho; mais a frente a Pedra Montada e a Cachoeira do Putim. Pronto ! Tá tudo aí !”

Comentários de “Ene Te” sobre manutenção das estradas vicinais

“Oras! Como sempre o Sr. Prefeito está mais interessado em grandes obras!

Obras suntuosas e inúteis. Obras inúteis e danosas ao meio ambiente, como a que vamos presenciar brevemente, com a substituição da pavimentação atual de paralelepípedo (que o contribuinte já pagou) pelo impermeável asfalto no bairro do Itapema.

Por que não destinou a verba para reparos como o que está sendo mostrado?”

Comentários sobre o Farol de Guararema

“Jota Erre”: “Uma pessoa da prefeitura que cuida do trânsito local só fica até o por do sol. Pelo jeito o morro branco só cai de dia, à noite que se dane quem passa por ali.”

Reproduzido por Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

sábado, 15 de maio de 2010

Comentários sobre novos pontos turísticos

Recebemos alguns comentários sobre os novos pontos turísticos: a Meia Pista próximo ao Parque Hotel, continuação da Rua da Ajuda, na estrada que liga Guararema a Lagoa Nova.






























Quanto à previsão para o enrocamento da Meia pista do Parque Hotel e demais pontos em meia pista um leitor anônimo (vou chamá-lo de Ce-éle) comentou:

Longe de mim!!! Não quero ensinar o padre nosso ao Sr. Vigário, mas em janeiro de 2009, o atual prefeito anunciou que tinha conseguido do governo estadual cerca de 9,5 milhões (aproximadamente) para asfaltar a estrada Mario Alves Pereira (antiga Guararema-Salesópolis).

O que ele poderia fazer? Emprestar essa verba para a recuperação da estrada Guararema-Lagoa Nova e depois, quando saísse a verba desta nova licitação, ele devolveria.

Parece ser uma prática lícita, aconteceu assim com a verba de 3,3 milhões de reais destinada para asfaltar a estrada Guararema-Salesópolis (hoje Mário Alves Pereira) e cuja verba foi transferida para recuperar o asfalto da entrada do Portal até o Parque Hotel (os leitores devem se lembrar aconteceu antes da eleição em 2008).

Porém, resta saber se, além de lícito, é uma prática dentro dos padrões da ética e da decência.


Nosso amigo Ene-Te também nos mandou seu comentário:

Inicialmente, pediu-nos o favor de não identificar, senão poderia perder a cesta básica e ter seu cartão cidadão cassado.

Mas nem tudo são espinhos ! A administração tem muuuuuito mais para mostrar aos nossos turistas. Podemos começar pelas ruas que receberam uma capa de asfalto em cima da pavimentação de paralelepípedo, ou outras em que a pavimentação foi arrancada e substituída, promovendo a impermeabilização da área urbana.

Ah, lembrei: Uma pequena praça no fim da Rua Amazonas, que era uma verdadeira obra de arte com paralelepípedos, foi coberta com cimento pigmentado de amarelo para combinar com a escola municipal.

Temos também os maravilhosos prédios municipais já construídos ou reformados e suas espetaculares placas em inox, alem das cores harmoniosas com o entorno! Mesmo que isso tenha custado a vida do mais lindo pé de Ipê (Secretaria da Industria, Comercio e outros tais).

Poderão também apreciar os terrenos para futuras construções ou os que serão demolidos na praça do coreto para futura acomodação dos apaniguados.

Outro ponto interessante é a plataforma de embarque da estação ferroviária, que foi destelhada para receber uma insolação adequada!

Podemos incluir também o Mercado Municipal antes que seja demolido para expansão das atividades do executivo.

Acredito que essa pequena contribuição irá enriquecer as apresentações aos turistas que procuram informações no CAT (...qualquer Coisa de Apoio ao Turista).

Reproduzido por Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Guararema ganha novos pontos turísticos – parte 2

Um importante jornal local tem divulgado, enfatizado e chamado a atenção para os nossos já consagrados pontos turísticos. Na semana (09/06/10) foi a vez da Ilha Grande.

Eu prefiro ilustrar os nossos novos pontos turísticos. Desta vez destaco a Meia Pista que cedeu ainda no início do ano de 2010 com as fortes chuvas do Réveillon. Fica ali próximo ao Parque Hotel, continuação da Rua da Ajuda, na estrada que liga Guararema a Lagoa Nova, em direção a Pedra Montada (sabe?). Dê uma passadinha por lá, pois a vista é bem interessante.
 
Seguindo por esta estrada, o turista pode ver alguns outros pontos em meia pista: em frente ao Alpes, um perto daquele Sítio Arqueológico (passando o Alpes) e outro ponto bem pertinho da Pedra Montada.



 

Curiosamente, a SP - 66, que liga Jacareí a Guararema, também sofreu com as fortes chuvas do início do ano de 2010 e ficou interditada desde que uma das pistas cedeu no acesso ao distrito de São Silvestre.
  
 
Nesta estrada (SP – 66), o aterro foi refeito pelo método do enrocamento (colocação de pedras gabião no local erodido). Além disso, foram realizados os serviços de restabelecimento do acostamento, pavimento e drenagem. A obra levou aproximadamente 45 dias para ficar pronta.

É mais ou menos, ou seja, é muito parecido com a obra que está sendo executada naquele córrego que margeia o CAT, ali bem na entrada do Portal da cidade, onde funciona “um depósito de não sei o quê” da prefeitura.
Quanto à previsão para o enrocamento da Meia pista do Parque Hotel e demais pontos em meia pista, disseram-me que estão aguardando Licitação para obra de recuperação da referida estrada Guararema-Lagoa Nova (valor previsto para cerca de 10 milhões de reais).

Por enquanto, acredito que seja um mero boato, pois minhas fontes fidedignas não confirmam tal valor. Acredito mesmo (ao que parece) que nosso poder executivo não tem medido esforços para manter os novos pontos turísticos intactos.

Ass. Cidadão Anônimo

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Guararema ganha novos pontos turísticos – parte 1

Um leitor anônimo (vou chamá-lo de Jota) nos enviou um comentário interessante.

Com as chuvas intermitentes do início do ano de 2010, com quedas de barragens, árvores, postes, desmoronamentos e quedas de energia constantes tivemos, como consequências, novos pontos turísticos na cidade.

Ali próximo da rodoviária, o que deslizou de morro não foi brincadeira. Foi nesta área em que cinco pessoas de uma mesma família foram atingidas pelo desmoronamento. Quatro delas (dois irmãos de 10 e 22 anos, o avô e o tio deles) não sobreviveram ao soterramento. Hoje, cinco meses depois, homens e máquinas continuam trabalhando para estabilizaram o morro.


A chuva, também fechou desde 1º de janeiro a principal via de acesso à cidade pois o Morro Branco deslizou sobre a Rua João Barbosa de Oliveira. Máquinas e homens trabalharam incansavelmente para cortar árvores, remover caminhões e caminhões de terra a fim de liberar o acesso. Em vão! O acesso permaneceu fechado por vários meses.


Mas a solução veio, após três meses, quando um grupo de comerciantes da cidade se reuniu com o prefeito reclamando da sensível queda no faturamento no comércio local.

Resultado: liberou-se acesso e ganhamos o primeiro Semáforo da cidade.

Ao entrar em nossa cidade, além do CAT, do Portal, os turistas devem ficar observando aquele Semáforo durante 4 minutos antes da chegada ao Recanto do Américo e depois mais 4 minutos no retorno às suas pradarias de origem. Não tem escapatória!!!


Semáforo é aquele aparato que tem agregada uma pessoa uniformizada para cuidar do trânsito no Morro Branco. Dizem os transeuntes mais assíduos, que a pessoa uniformizada só fica agregada ao semáforo até o por do sol.

Será que o Morro Branco ainda tem riscos de desabamento?

Como bem lembrou meu amigo Jota: pelo jeito, se cair, só cai com o dia claro!!!

Ass: Cidadão Anônimo


“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Cartão Cidadão a resposta.....

Pensando no crachá Cidadão, digo cartão talvez contudo todavia, poderia até ser útil para que? Se na Saúde e Educação eles geraram os maiores problemas.

Entendi, na proposta do Sr. Prefeito eles também iriam servir para eventos onde a população teria acesso gratuito, sendo assim servirão para os eventos. Então Cartão Cidadão é para quem curte os eventos e ponto.

Não precisa saber de mais nada, muito menos qual a operadora do telefone celular, vejam tem de tudo na base de dados da Prefeitura.

Então quando ouvi a seguinte pergunta no Cadastro do Cartão Cidadão o seu celular é de qual operadora? Que detalhamento de informações, vai servir para que? pedir maior cobertura em áreas de sombra da operadora?

Ou quem sabe não receberemos um torpedo na campanha, vote em mim que já fui seu Prefeito e fiz isso ou aquilo, bonito....

Temos indícios que estão usando a base de dados do Cartão Cidadão para outras finalidades, que não estavam previstas no projeto aprovado pela Câmara Municipal.

Além do Poder Publico ter um “raio x” de todos os dados da população, e como sabemos a informação vale muito nos dias de hoje, então a Administração está próxima do objetivo, ou seja manipular os dados a seu favor, e ao bel prazer.

E no folheto muito bem feito e que foi distribuído largamente com o Titulo “Informativo cartão Cidadão nº 01 2010”

Foi informado dentre outras coisas “.... mas quem dele dispõe tem mais agilidade nos atendimentos.” Resultados de exames laboratoriais também mais rápidos.” “Agendamento de consultas médicas com rapidez”. Dentre outras....

Estamos criando um novo tipo de cidadão no Brasil, quem tem Cartão Cidadão de Guararema tem outro status, e privilégios, Guararema já se tornou independente do resto do Brasil e criou outra Constituição? Ou aqui na cidade ela não vale?...

Vejam que hilário e real pessoa reside em Guararema e não tirou Cartão Cidadão, por qualquer motivo perante ao poder publico de Guararema ela é de segunda categoria, isso é motivo de discriminação? Como será que a Justiça vai julgar essa afirmativa do Sr. Prefeito?

Agora como estamos na “Perola do Vale” tem uma grande perola “....a não ser que a própria população ache que moradores de outros municípios devam usufruir os serviços municipais disponibilizados em Guararema.” Vamos saber da opinião como? Com plebiscito?

A Prefeitura sabe que também pode externar sua opinião, gostaríamos dela, mas nunca a temos. Os Srs. Vereadores também podem se expressar se assim também o desejarem. Ou seja todas as opiniões são bem vindas.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

terça-feira, 11 de maio de 2010

Cinema Nacional e Guararema

Quem acredita que só temos Turismo em Guararema está enganado.

Guararema para quem teve acesso ao cadastro de Empresas parecia a Meca do Cinema Nacional, vejam a noticia abaixo. Ou será que ainda temos em atividade várias empresas ligadas a produção Cinematográfica. Quem sabe daí é que foi inspirado o festival de cinema.....

Não sei como os alvarás de licença eram ou são liberados. Parecia a “Venus platinada” como se costuma dizer na Rede Globo de Televisão, tinha ou ainda tem muitas empresas de globais e outros mais?

Mais informações sobre esse caso que envolve o cinema Nacional e Guararema.

http://www.jusbrasil.com.br/noticias/2166787/guilherme-fontes-e-condenado-a-tres-anos-de-prisao-por-sonegacao-fiscal-e-tera-que-cumprir-sua-pena-com-a-prestacao-de-servicos-comunitarios/relacionadas;jsessionid=0BADDF72CDFAD3C36D24B2B1995C4D93

http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2010/04/27/guilherme-fontes-condenado-tres-anos-de-prisao-por-sonegacao-fiscal-tera-que-cumprir-sua-pena-com-prestacao-de-servicos-comunitarios-916442441.asp

http://www.cliqz.com/br.actualidade/c/100770.html _______________________________________


Guilherme Fontes é condenado a 3 anos de prisão por sonegação fiscal
FÁBIO GRELLET
da sucursal do Rio
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u726803.shtml  27/04/2010 - 19h42

O ator Guilherme Fontes foi condenado pela Justiça do Rio a três anos e um mês de prisão por sonegação de impostos em sua produtora, chamada Guilherme Fontes Filmes.

Na mesma decisão, a juíza Denise Paes, da 19ª Vara Criminal do Rio, optou por transformar a pena em prestação de serviços comunitários por pelo menos sete horas semanais, durante um ano, e pagamento de R$ 12 mil em cestas básicas destinadas a duas entidades assistenciais do Rio.

O ator nega o crime e já recorreu da sentença, que será analisada pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio.

Guilherme Fontes foi condenado pela Justiça do Rio a três anos de prisão por sonegação.

Segundo a Justiça, as irregularidades foram cometidas entre 1995 e 1997. Embora funcionasse no Jardim Botânico (zona sul do Rio), a produtora tinha sede em Guararema (79 km de SP), e pagava ISS (Imposto Sobre Serviço) a esse município, quando deveria recolher ao Rio. Conforme a denúncia, isso ocorreu entre setembro de 1995 e julho de 1996.

Em outras operações, até setembro de 1997, a produtora não recolheu o imposto nem mesmo a Guararema. O valor também deveria ser pago ao município do Rio.

Parte dos impostos não pagos ao Rio se refere ao dinheiro recebido como patrocínio para a realização do filme "Chatô, o Rei do Brasil", sobre o empresário de comunicação Assis Chateaubriand.

Fontes enfrenta problemas com a Justiça desde 1995, quando começou a captar dinheiro para o filme. Ele foi acusado de enriquecimento ilícito e da compra de um apartamento com verba da produção. Fontes nega as acusações. O filme, programado para estrear em 1997, continua inédito. Até a publicação deste texto, a reportagem não conseguiu falar com Fontes.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Seria cômico se não fosse trágico: INESQUECÍVEL DIA DAS MÃES !!!

Dia 9 de maio, segundo domingo de maio, também comemorávamos o 86° aniversário da minha vovó. Alugamos uma chácara lá pelas redondezas da Lagoa Nova. Seria um fim de semana inesquecível: filhos, genros, netos, bisnetos e agregados.

Lá pelas 8 horas da manhã peguei a estrada rumo à cidade para buscar pão, carvão e a carne que tinha encomendado no dia anterior.

Desci aquele morro, serpenteando aquele barro, pois choveu muito na noite anterior. Dentro do carro, estava minha câmera fotográfica.

Veja as fotos

Nestas condições, não consegui mais voltar.
 
Resultado: eu (neto primogênito) fique sem comemorar o dia das mães, mas em contrapartida, a “familhagem” toda ficou sem churrasco e sem as fotos da festa.

Seria cômico se não fosse trágico!!! 

Não é realmente incrível a estratégia administrativa do poder executivo desta cidade?

E aí pergunto: o que incomoda mais, o ANONIMATO ou MINHAS CONJECTURAS?

É muito simples entender minhas indignações. Aliás, tais indignações são compartilhadas por muitos outros cidadãos desta cidade, que também se fazem anônimos, pois sempre se exige cautela ao se referir a uma elite conservadora e excludente.

Nós munícipes, reivindicamos aos nossos vereadores que adotassem nossas causas no sentido de indicar ao Exmo. Sr. Prefeito, nos termos regimentais, adotar ele as providências junto aos órgãos competentes da municipalidade, e que fossem feitas as seguintes ações:

  • limpeza nas estradas vicinais utilizada pelos pedestres para facilitar o acesso Bairro-Centro e vice-versa, o qual se encontra tomado pelo mato;
  • passagem da máquina nas estradas bem como a eliminação de grandes poças d’água que se formaram em diferentes pontos;
  • manutenção urgente nas estradas haja vista as condições precárias da via intermunicipal em razão das fortes chuvas que atingiram o município;
  • remoção de postes de iluminação que se encontram em leitos carroçáveis e sua reinstalação no lugar de origem tendo em vista os riscos aos usuários;
  • implantação de postes com respectiva luminária, em pontos estratégicos, nas estradas a fim de complementar a energia elétrica, bem como propiciar uma melhor iluminação;
  • pavimentação com asfalto ou paralelepípedos daquelas que ainda possuem seus leitos carroçáveis de terra;
  • desassoreamento dos córregos que margeiam as estradas, inclusive com a roçada do mato que se encontra bastante crescido;
  • Etc etc etc.
Pois bem, lá se foram mais de quatro meses para que as estradas vicinais com leitos carroçáveis de terra tivessem a real intervenção do poder executivo desta cidade.

Nas últimas semanas, o povo pode até voltar a exercer seu direito de ir e vir com dignidade. Os ônibus estavam circulando e trafegando pelas suas rotas originais.

Mas não se engane cidadão. Isto é apenas uma das OBRIGAÇÕES do poder executivo. (* não aceitem como favor ou amizade)

Vieram muito tarde as reais melhorias de nossas estradas. Logicamente que se esperava o cascalhamento imediatamente após o nivelamento das mesmas (parece óbvio, não?), principalmente antes de qualquer chuva pois todo trabalho seria perdido.

Como diz aquele velho e sábio ditado popular: Prevenir é melhor que remediar.

O leitor há de convir que fica mais barato PREVENIR.

Alguns “papas da Gestão” falam até em PREVISÃO como uma das técnicas estratégicas na arte de gerir.

E por falar em previsão: a meteorologia dizia que o Dia das Mães seria chuvoso.

Nota: Minha esposa, ironicamente comentou: por certo a prefeitura estava esperando a chuva pra saber onde eles iam jogar cascalho.

Bom...analisando por esta ótica, consigo perceber algum lapso de inteligência do poder executivo.

Ass. Cidadão Anônimo

*Nossos Comentários: a Câmara Municipal alardeou que esse problema do cascalho, e ainda um outro material já haviam sido disponibilizados e porque não foram utilizados? Esse tipo de perdas nas estradas aconteceram em vários pontos de nossa Cidade nesse final de semana (08 e 09 de maio de 2010).

É uma pena para a credibilidade de alguns Vereadores da situação, já que estavam dizendo para a população “viu como já resolvemos todos os problemas das estradas” na verdade deveriam exercer a Vereança e não fazer politicagem. Senhores muita calma nessa hora tem muito trabalho a ser realizado, que repito é “obrigação do Executivo e não um favor”. Ainda mais em uma cidade que dinheiro não falta para esses quesitos e para todos os demais, porque somos uma das cidades com uma das maiores receita por habitante do Estado.

Em crônicas anteriores já havíamos comentado e alertado a esse respeito, do conserta, estraga bem como a falta de planejamento, então: o tempo,o desperdício de dinheiro publico, etc, foram mais uma vez levados pela chuva e foi tudo para o ralo literalmente, tudo causado pela má gestão da Prefeitura, quem paga a conta desse erro? Todos nós! Ai estão os erros crassos que continuam a mais de 20 anos?

No dicionário crasso” adj (lat crassu) 1 Espesso. 2 Cerrado, denso: Ambiente crasso e abafado. 3 Grosseiro, grande, completo: Ignorância crassa”

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)

domingo, 9 de maio de 2010

Gabirus, Capitães-do-mato, Baguás e Aias de companhia.

Este era o tema da pesquisa daquele menino, cursando ensino médio em uma das escolas mais respeitadas da cidade.

Pernambuco era, no século XIX, a mais importante província do nordeste, graças ao açúcar e, por isso, seus políticos gozavam de grande influência no Rio de Janeiro.

Um terço dos engenhos era propriedade de uma única família (os Cavalcantes). Outra família importante (Rego Barros) disputava o poderio político da província. Eram famílias conservadoras, também apelidadas de "Gabirus" (nome de um tipo de rato).

Desse modo, a totalidade dos indivíduos dependia direta ou indiretamente destas famílias poderosas que conduziam a sociedade tendo em vista, exclusivamente, os seus interesses. Conta a história que, em 1847, os principais chefes Gabirus comandaram um movimento contra os resultados eleitorais. Fizeram tudo para impedir a posse dos senadores da oposição. Pressionado por essa Revolta dos Gabirus, o Senado decidiu anular as eleições.

Vivia-se numa sociedade escravocrata. A escravidão foi base de sustentação da economia brasileira até o final do Império.

No século XIX, os negros não eram considerados gente e ai daquele que tinha canelas grossas! Dizia-se que os negros de canelas grossas eram considerados preguiçosos e inaptos para o trabalho.

O escravo era propriedade de seu senhor que era responsável apenas por garantir os elementos básicos à sua sobrevivência (alimentação e vestimentas). De resto, via-se a superexploração dos seus serviços braçais.

Cabe aqui um parenteses: O significado da palavra trabalho se origina do latim tripalium (três paus) - instrumento de tortura utilizado para subjugar os animais e forçar os escravos a aumentar a produção.

O cativo era vigiado pelos chamados “Capitães-do-mato”, que também capturavam os fugidos e lhes aplicava os mais diversos tipos de castigos.

Entre os escravos, devo destacar as figuras dos Baguás e dos Negros de classe.

Os escravos eram considerados "animais", porém cada senhor tinha seu(s) escravo(s) preferido(s). Eram os Negros de Classe, escravos obedientes e serviçais que escoltavam os senhores em suas andanças. Muitas vezes eram tão fiéis que denunciavam os companheiros que tramassem alguma coisa contra o seu senhor. Por isso, os "negros de classe" gozavam de regalias. Não faziam o trabalho duro da roça como os outros escravos.

Muitas vezes, em retribuição, o senhor dava a permissão ao "negro de classe" virar "Baguá" (Reprodutor). Mas para ser "Baguá" não bastava ser obediente. Era preciso também ser forte e robusto aí sim, a promoção para "Baguá" era rápida.

Portanto, Baguás eram os "garanhões" credenciados para engravidar escravas.

Os senhores de engenho pensavam que, se as escravas fossem engravidadas por escravos desobedientes, os filhos dessa união puxariam a índole do pai, isto é, tornar-se-iam desobedientes.

Na outra ponta desta estória, diz a crença popular, que as negras de canelas finas, além de chamadas para o serviço doméstico, também eram ótimas para servir aos seus senhores. Estas eram chamadas de Aias de Companhias.

Ass: Cidadão Anônimo (também é cultura)

Comentários: É... estamos no século XXI. Para bom espectador, meia História basta.

Depois de mais de 150 anos, as terminologias podem ter mudado; vivemos numa sociedade capitalista, teoricamente, o fim do escravismo foi assinado em 1888 com a Lei Áurea, mas os fundamentos são praticamente os mesmos e sabe-se que são aplicados nos mais diferentes rincões deste País.

“Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam.” (Edmund Burke)